11 de jun de 2011

:: encontros do corpo1: andar, correr, cair e ainda assim andar, correr e cair.

a gente anda se encontrando, e sublinha aí o corpo na entrelinha do "encontrando". Franciella Cavalheri, Yan Chaparro, Renata Leoni, Marcos Mattos e eu, Paula Bueno. esses encontros não são pra produzir alguma coisa em específico, é pra ver no que dá. de um desses dias, em que a Re foi a proponente do encontro, fiz esse vídeo:



depois ela (a Re) escreveu por e-mail que se lembrou de alguns pensamentos, assistindo ao vídeo, que eu acho que tem a ver com essa nossa disposição aos encontros. então vai lá:


"Dança pode ser sobre qualquer coisa, mas é primária e fundamentalmente sobre o corpo humano e os seus movimentos, a começar por andar..." Merce Cunningham


"A dança não representa. Dança é dança. A Dança é.
A dança: o silêncio. O que dizer sobre a dança? "


e engraçado com o fato de ter uma fala nesse vídeo... vou me permitir ir interpretando aqui a própria produção (feio, né, mas vai). acho que a fala não tira o poder do corpo. são coisas distintas, mas elas estão conversando. acho legal quando as linguagens conversam e não ficam tentando se explicar. 


isso foi possível também porque as imagens gravadas foram da improvisação no final do encontro, quando a gente tinha passado pela experiência proposta pela Re, de andar, correr, cair e ainda assim andar, correr e cair - e socorrer. o socorrer não ta escrito no título, mas acho que tá escrito nas imagens, né. ai, expliquei demais. mas vai. 


e por fim, do Fernando Pessoa:
"De que serve uma sensação se há uma razão exterior a ela?"



Nenhum comentário:

Postar um comentário